20170305_180037-1

Saboreando a vida em textos e aquarelas

Eu pretendia apenas recolher da vida diária algo de seu disperso conteúdo humano, fruto da convivência, que a faz mais digna de ser vivida. Fernando Sabino.

mulher lendo

Toda vez que estou diante de um texto ou de uma aquarela de Maria do Céu Formiga, me vêm à mente as palavras do cronista.

Maria do Céu tem uma rara sensibilidade para captar as singelezas do cotidiano e entregá-las ao leitor em forma de palavras ou de aquarelas. Transforma os momentos mais simples e mais comuns do nosso dia a dia em pura poesia, tornando não só a convivência, mas também a vida “mais digna de ser vivida”, qualquer que seja a fase em que estejamos.

Hoje a artista nos brinda com quatro aquarelas especiais, pincelando em cada uma momentos fugazes do conteúdo humano e eternizando-os numa obra delicada, para ser apreciada e saboreada.

20160706_103325 20160706_111246

Edna Perrotti

Edna Perrotti é doutora em Linguística Aplicada pela PUC/SP, onde foi professora de Língua Portuguesa e de Redação. Também trabalhou durante mais de 20 anos na Universidade Metodista de São Paulo (UMESP), nos cursos de graduação e pós-graduação. É membro honorário da Academia Paulista de Educação e diretora da...

Outras publicações do autor